A Dama de Ferro (The Iron Lady)

6 Mar

Esse post é sobre o Filme “A Dama de Ferro“, que me impressionou e surpreendeu muito.

Inicialmente o escolhi por ser com a Meryl Streep e porque ele ficou em evidência por ter levados dois Oscars em 2012, Melhor Atriz e Melhor Maquiagem.

O trabalho da atriz e a maquiagem que a ajudou a compor a personagem foram essenciais, mas o que mais me chamou a atenção e me fez escrever sobre o filme aqui no blog, foi sobre a força e determinação de Margareth Tatcher

Eu já tinha ouvido falar dela nas aulas de História, mas a emoção que veio junto com o filme foi tocante, recomendo fortemente.

A força de buscar o que queremos e ir atrás dos sonhos depende somente de nós mesmos. Depende de acreditar, de se preparar, fazer escolhas, fazer renúncias e seguir firme, independente do que aconteça.

O que é necessário para ir atrás de um sonho está dentro de nós, essa é a grande lição.

Anotei dois diálogos que me tocaram profundamente.

Quando ela foi pedida em casamento:

“Eu nunca vou ser uma dessas mulheres que ficam caladas e bonitas ao lado de seus maridos.
Ou distantes e sozinhas na cozinha lavando a louça.
A vida tem de ser importante.
Além da cozinha, da limpeza e dos filhos.
A vida deve significar mais do que isso.
Não posso morrer lavando uma xícara de chá.”

Quando ela já bem velhinha foi perguntada pelo médico como estava se sentindo, ela disse que as pessoas e o governo se preocupam muito com os sentimentos, quando deveriam preocupar-se com os pensamentos. Ela não queria dizer como estava se sentindo, mas o que estava pensando:

“Cuidado com seus pensamentos pois eles se tornam palavras
Cuidado com suas palavras pois elas se tornam ações
Cuidado com suas ações pois elas se tornam hábitos
Cuidado com seus hábitos pois eles se tornam seu caráter
E cuidado com seu caráter pois ele se torna o seu destino
O que nós pensamos, nós nos tornamos”

O trailer:

 

Também assistiu o filme? Gostou?

Comenta aí!😉

3 Respostas to “A Dama de Ferro (The Iron Lady)”

  1. Stéfany. Março 27, 2012 às 2:02 am #

    Eu sinceramente, esperava mais do filme, entretanto a história é bonita e tocante, gosto da parte onde ela diz de forma um pouco subjetiva, que hoje em dia ser feminista é muito mais do que querer mudar o rumo dos fatos, é mais uma busca por ter uma posição de destaque.. (de fato, algo a se repensar.)

    • ji Fevereiro 27, 2013 às 6:54 am #

      vc não deve saber nada sobre o que é estar na posição dela, tente fazer melhor, quem sabe terá uma descrição de coadjuvante de si mesma

      • paulinhah Fevereiro 27, 2013 às 2:07 pm #

        Oi Jenni, obrigada pela visita e pelo comentário.
        Eu com certeza não sei nada sobre estar na posição dela – só fiquei confusa quanto à quem é ela que você se refere: atriz, o personagem do filme, a pessoa histórica ?
        O que escrevi aqui foi sobre a minha posição e sentimento ao assirtir o filme.
        Eu não levantei juízo de valor, ou julgamento moral, se você for mais clara quanto ao que está falando, seria uma discussão mais proveitosa😉
        Beijos e Volte Sempre😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: