Arquivo | Janeiro, 2011

The Tai Chi Master

31 Jan

Em português “Batalha de Honra“, estreado por Jet Li e Michelle Yeoh, o título em inglês aparece também como “Twin Warriors“, direção de Yuen Woo.

Fazia um tempinho que estava querendo assistir esse filme.

Ele é antigo (1993), mas como disse antes, só comecei a me interessar pelo gênero depois que comecei a fazer kungfu (em 2009).

Não consegui achar uma versão legendada,  e acabei assistindo online a versão dublada mesmo.

A história é sobre dois amigos de infância que crescem no templo shaolim, depois de crescidos são expulsos de lá e seguem caminhos opostos.

O personagem de Chin Siu Ho, Tienbo, é cruel desde o primeiro olhar ainda criança,  quando entra no templo e conhece Junbao (Jet li). Mas os dois crescem juntos, como irmãos e aprendem kungfu ao observar os outros monges e treinando um com o outro.

Não vou contar muita coisa da história, mas à certa altura do filme Junbao (Jet Li) tem as mãos os ensinamentos que o mestre havia dado antes que saissem do templo, sobre o Tai Chi Chuan e faz deste seu estilo de luta.

As cenas são lindíssimas e o enredo é bom, ainda que bastante maniqueísta, prende a atenção.

Deu até vontade de voltar a fazer as aulas de Tai Chi que a TSKF também oferece, voltarei quando puder. ^-^

Anotei algumas coisas bonitas, mas não encontrei citações na internet, então pode ser que não estejam totalmente certas…

“Livre-se do peso

Não use a força, use a força de quem o ataca.

Deixe a natureza agir, ser suave e ao mesmo tempo intenso.”


 

Segue o trailer


Fica registrado…um ótimo filme pra quem gosta de filme de artes marciais 😉

————————————–Ps————————————————————-

Vi que estão vendendo na Americanas o dvd.

Pra quem está lendo este post hoje, 31 Jan, segunda-feira, vai passar Reino Proibidio hoje na Globo, bom pra ver e rever #fikdik

Anúncios

Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para conseguir. ~ Dalai Lama

27 Jan

“Dê mais às pessoas, mais do que elas esperam, e faça com alegria.

Decore seu poema favorito.

Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo o que você tem e durma tanto quanto você queira.

Quando disser “Eu te amo” olhe as pessoas nos olhos.

Fique noivo pelo menos seis meses antes de se casar.

Acredite em amor à primeira vista.

Nunca ria dos sonhos de outras pessoas.

Ame profundamente e com paixão.

Você pode se machucar, mas é a única forma de viver a vida completamente.

Em desentendimento, brigue de forma justa, não use palavrões.

Não julgue as pessoas pelo seus parentes.

Fale devagar mas pense com rapidez.

Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte: “Porque você quer saber?”.

Lembre-se que grandes amores e grandes conquistas envolvem riscos.

Ligue para sua mãe.

Diga “saúde” quando alguém espirrar.

Quando você se deu conta que cometeu um erro, tome as atitudes necessárias.

Quando você perder, não perca a lição.

Lembre-se dos três Rs: Respeito por si próprio, respeito ao próximo e responsabilidade pelas ações.

Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade.

Sorria ao atender o telefone, a pessoa que estiver chamando ouvirá isso em sua voz.

Case com alguém que você goste de conversar. Ao envelhecerem suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra.

Passe mais tempo sozinho.

Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores.

Lembre-se de que o silêncio, às vezes, é a melhor resposta.

Leia mais livros e assista menos TV.

Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e olhar para trás, você poderá aproveitá-la mais uma vez.

Confie em Deus, mas tranque o carro.

Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça tudo que puder para criar um lar tranquilo e com harmonia.

Em desentendimento com entes queridos, enfoque a situação atual.

Não fale do passado.

Leia o que está nas entrelinhas.

Reparta o seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade.

Seja gentil com o planeta.

Reze. Há um poder incomensurável nisso.

Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado.

Cuide da sua própria vida.

Não confie em alguém que não fecha os olhos enquanto beija.

Uma vez por ano, vá a algum lugar onde nunca esteve antes.

Se você ganhar muito dinheiro, coloque-o a serviço de ajudar os outros, enquanto você for vivo.

Esta é a maior satisfação de riqueza.

Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele em que o amor de um pelo outro é maior do que a necessidade de um pelo outro.

Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para conseguir.

Lembre-se de que seu caráter é seu destino.

Usufrua o amor e a culinária com abandono total. “

Dalai Lama


Este é um texto lindo do Dalai Lama, e sim ele tem twitter e milhares de seguidores.

Usabilidade, Experiência do Usuário e meu problema com Estojos de Maquiagem da Avon

18 Jan

Hoje estou aqui para falar como Arquiteta de Informação e como Consumidora de maquiagem.

Acontece que uma das nossas disciplinas é a de UX (User Experience) ou Experiência do Usuário:

“Experiência do Usuário engloba todos os aspectos de um produto ou serviço. Começa no momento em que o consumidor ficou sabendo que aquele produto ou serviço existe, passa pela busca de informação, compra, recebimento, utilização inicial e rotineira, suporte, e chega até o fim da vida útil daquele produto ou serviço. Uma boa experiência do usuário é tão importante para o sucesso de sites, intranets e outros sistemas interativos quanto ter funcionalidades úteis, um bom design e visual atraente.”

(definição da Mercede Sanchez que mantém também o blog “Tá difícil“)

Usamos os termos UX (Usabilidade) para sites, serviços web, funcionalidades mobile, mas na verdade é um conceito que serve para qualquer produto e mesmo serviço oferecido para as pessoas.

Hoje venho expor meu problema com os potinhos de maquiagem da linha Avon, que eu uso a pelo menos 7 anos.

Navegando hoje no site descobri que é complicado também descobrir o nome de uma coleção de maquiagem, ainda que seja boa a apresentação dos produtos (não tentei comprar nada).

Não vou discutir a qualidade, são bons e possuem um preço acessível, tanto que essa é uma marca bastante popular.

O fato é que, ao comprar uma base, dois conjuntos de sombras, um blush e pó de uma mesma coleção (…)

De repente você estará com 5 potes pretos identicos por fora:

Como saber qual deles está nas mãos???

1 – abrindo um por um para ver o que tem lá dentro

2 –  lendo as letrinhas brancas pequenas que ficam do lado de trás (eu enxergo bem e tenho dificuldade para ler, pois elas se desgastam rápido e vão ficando apagadas).

É possível criar soluções caseiras também, tipo colocar adesivos coloridos ou pintar o estojo para diferenciar uma sombra da outra (como algumas manicures fazem ao pintar a tampa dos esmaltes com a cor dele), você pode manter cada pote sempre no mesmo lugar, pode simplesmente arrancar a tampa do seu potinho (…) enfim….eu não uso nenhuma dessas, apenas as duas opções lá de cima.

O problema que parece bobo, se agrava…como eu tenho uma irmã que usa a mesma linha, e tenho duas casas (SP e casa da mamis nos fds), estou sempre carregando os estojos pra lá e pra cá…perdi a conta de quantas vezes levei o estojinho dela e deixei o meu lá, vindo embora com duas sombras e nenhuma base.

Recentemente vi que ela estava com duas sombras iguais, deve ser porque ficou sem quando eu levei embora e ai comprou outra. Eu já a vi reclamando também desses lindos potinhos estojinhos,  e aí resolvi escrever esse post.

Como Avon é uma marca popular, imagine, quantas como eu viajam com seus potinhos pra lá e pra cá, quantas usam o tempo nos transportes públicos (ou mesmo dirigindo no trânsito) para se maquiar, na correria e aí precisam ficar se virando pra saber qual pote estojo é qual.

Acredito que as tiazinhas e queridonas que tem várias e várias maquiagens importadas não tenham esse problema, provavelmente elas nem tenham que se maquiar, ou então tem tempo de sobra pra essa atividade. Aqui tem um link de uma moça que explica como faz para se maquiar no trânsito, e a foto de uma outra.

Avon, e demais fornecedores, é um detalhe tão pequeno, certo? Mas vocês oferecem um sério problema de usabilidade à nós, suas consumidoras, e com certeza, a nossa experiência, suas usuárias, poderia ser outra caso pensassem um pouquinho em quem usa, como usa e se usa mais de um de seus produtos.

As soluções são simples, poderia ter uma tampa de estojo com detalhe transparente (pronto, consigo ver o que tem lá dentro), as embalagens poderiam ter alguma diferenciação em cores, o estojo inteiro, ou apenas uma fitinha lateral relacionando a cor ao produto (pronto, consigo saber o que tem lá dentro de novo :D) e aí ficaria todo mundo feliz.

Na arquitetura, poderíamos tratar este com um problema sério de rotulação ou mesmo de como o design pode afetar o modo como a informação é transmitida, mas fico por aqui, dando apenas um exemplo do que é usabilidade e experiência do usuário  e de como ela é percebida.

Registrei esse post como sugestões no formulário do site da Avon e tuitei usando o arroba da Avon  @AvonBR, que acredito ser o oficial. Caso tenha algum retorno, publicarei aqui.

Se alguém tiver mais sugestões, mais problemas ou mais soluções com maquiagens, fique à vontade para comentar 😉 .

 

—————————-01 Fev 2011——————————

A Mercedez entrou em contato comigo, e postou lá no “Tá Difícil” este post. 🙂 Fiquei Feliz…vamos ver se agora a Avon diz algo…

%d bloggers like this: