“Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe onde vai.”

26 Mar

Já faz um tempo que quero postar algo sobre o kungfu.

A arte que mudou a minha vida. Definitivamente!

Eu sei, parece exagero, mas não é…

Lendo o post do nosso mestre, o Sifu Gabriel consegui colocar em palavras a sensação única que é aprender Kungfu.

Ainda é difícil pra mim. Eu comecei por questão de saúde e peso, queria me manter magra mas sem ter que ir à academia…Pensei em Muay Tay, Boxe, várias coisas, não queria nada que tivesse que usar kimono.

Feliz coincidência era que a academia mais próxima de casa era a de Kungfu, que eu não fazia ideia do que era. Passei lá e marquei uma aula introdutória…de manhã. Acordar cedo nunca foi fácil pra mim, ainda mais quando não se tem obrigatoriedade, enfim…eu acordei e fui correndo para a academia, consegui chegar lá 8h da manhã em ponto!

Quem disse que pude participar da aula…o instrutor falou que eu ia ter que remarcar. Eu já estava com muita raiva, pq tinha acordado cedo para nada…e aí ele começou a falar da disciplina das artes marciais, do preparo antes de um treino etc etc…Esse instrutor é espetacular, ele tem uma energia incrível, e aquela raiva que eu estava logo passou, como mágica…Como ficar assim perto de uma pessoa com a paz interior que ele transmite? Impossível!

mononoke_wm01

Kungfu

Na outra semana fiz a tal aula introdutória e acabei fechando o contrato de 6 meses. De cara eu gostei porque não precisava usar kimono, não era porrada, não ia me deixar cheia de roxos e a ginástica era puxada…

Não é legal ser faixa branca, vc se sente looser, newbiee seilá…Mesmo achando o kungfu muito dificil eu não parei. Eu nunca na vida tinha feito nada parecido, achava impossível decorar aqueles 24 golpes do fu chin chuan e ainda fazer naquela velocidade…Bom, ao final de 4 meses eu sabia, não só ele todinho como outras coisas também. Tinha muito medo do exame, o simulado foi dificílimo…O mestre pegou pesado, só tinha eu de faixa branca, e errei muito…estava mega nervosa… Acabei fazendo o exame e no dia estava beeem nervosa tb, eu tremia!! Mas consegui, agora sou faixa amarela, a sensação de newbie já era…😀. Tirei 8 em todas as matérias, foi uma conquista incrível pra mim, uma superação!

Além desse ganho físico evidente – fôlego, forma física, força, equilíbrio, vem o ganho mental que é tão bom quanto senão maior ainda.

O kungfu trouxe de volta minha auto estima, minha força. Sofri muito nessa vida, mesmo sendo tão nova, e ultimamente estava me deixando abalar muito fácil, eu achava que a fase boa da minha vida já havia passado… Depois do kungfu minha força ressurgiu em mim, não é qualquer coisa que me derruba, que me tira a alegria, que tira meu entusiasmo diante da vida.

O mestre citou Sêneca e agora eu cito também “Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe onde vai.”

Essa arte trouxe de volta a energia que eu tinha quando era criança e sabia que tinha a vida toda pela frente, tenho coragem de lutar pelos meus sonhos. Não há nada que eu não seja capaz, basta disciplina, força de vontade e a típica persistência (capricornial ou não) está renovada e vive forte dentro de mim mais do que nunca!

Foi o melhor investimento que fiz na minha vida nos últimos tempos. Coincidência ou não, foi muita sorte ter uma tskf perto de casa, onde pessoas admiráveis me ensinam a arte do kungfu! ;D

Só posso agradecer!

3 Respostas to ““Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe onde vai.””

  1. Tati Abril 6, 2010 às 10:09 pm #

    Oi, Paulinha!!
    Tá muito bonito seu post!! Acho que a maioria das pessoas que entram no kung fu tem essa mesma experiência que vc teve, de sentir que é alí mesmo que vc deveria estar!
    O que eu posso dizer é que tudo isso fica muito mais intenso conforme vc pratica! Eu estou com quase 3 anos de treino e a cada dia vejo melhoras em mim mesma.. Elevação, sabe?
    A frase que traduz minha ligação com o kung fu é: “fusão entre corpo e alma”

    É isso aí! Não desista nunca!!

    Beijos,
    Tati

  2. Kennedy Setembro 15, 2010 às 11:51 am #

    Belo post…

    Sou praticante de artes marciais também, graças a isso, também estou recuperando virtudes que se perde quando deixa de ser criança. -Nunca tenha a ambição, ambição não vem do espirito, tenha o anelo. -Busque sempre aprender, não saber!

  3. Vinny Fevereiro 23, 2011 às 8:51 pm #

    Ótimo texto Paula.
    Provavelmente sentirei mto do q vc sentiu no início do aprendizado hehe

    Legal tbm q pude ter idéia de como será o decorrer das aulas e como tem um efeito positivo na pessoa ^^

    Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: